terça-feira, 13 de março de 2012

Porquê o recrutamento via "social media"?


845 milhões de pessoa no Facebook. 500 milhões no Twitter. 150 milhões no Linkedin.


5 razões principais:
1) Low cost e de fácil instalação: redes sociais permitem, na maioria, um registo gratuito e de fácil utilização. Muitas pessoas já têm conexões com amigos, família, contactos profissionais ou outros grupos, sendo fácil e rápido criar uma rede social de potenciais candidatos.
2) É frequentemente usado por candidatos a emprego: 9 em cada 10 candidatos possuem um perfil nas redes sociais e mais de metade usam as redes sociais para procurar emprego, por exemplo, usam o Linkedin.
3) Acesso a candidatos passivos: um dos maiores benefícios desta abordagem prende-se com a oportunidade de interagir com candidatos passivos, ou seja, aqueles que não estão à procura de emprego mas que podem ser persuadidos para uma melhor oferta. Facebook ou Linkedin podem servir de fóruns para ter discussões e conversas entre recrutadores e futuros candidatos.
4) Conhecer a personalidade do candidato: além do currículo e da carta de apresentação, as redes sociais podem dar a conhecer aspectos pessoais do candidato (background, personalidade,…).
5) Eficácia comprovada: 57% dos recrutadores referem que o social media tem um papel importante nas actividades de recrutamento. 89% das organizações planeiam incorporar o social media nos seus processos de recrutamento e selecção. 64% já utilizou esta abordagem para contratar candidatos.

Quais são as melhores práticas nesta abordagem?
- Compreender as redes sociais: já sabemos como usar e tirar o melhor partido do Linkedin e das páginas do Facebook?
- Conhecer a nossa audiência: Quem é a nossa audiência? Qual a rede social que vamos utilizar? São recém-licenciados que utilizam mais o Facebook ou profissionais que utilizam com mais frequência o Linkedin?
- Corresponder os perfis com a nossa marca: O visual e mensagem do perfil da nossa organização no Linkedin ou no Facebook corresponde à nossa marca? A nossa marca é mais divertida ou mais tradicional? Que produtos ou serviços fornecemos? Porquê que alguém quereria trabalhar connosco?
- Publicar as vagas de emprego: partilhar e publicar as vagas. Tirar partido das redes sociais e “espalhar a palavra”.
- Envolver os candidatos em conversas e discussões: com o intuito de criar um interesse geral na nossa organização. Publicar artigos  e responder a questões que são relevantes tanto para a organização como para os candidatos e outros profissionais. Partilhar e publicar de modo a que a nossa organização tenha cada vez mais visibilidade.
- Manter as páginas actualizadas e estar preparado para agir rapidamente: o social media move-se muito rapidamente e por isso é necessário estarmos à altura deste tipo de desenvolvimento, através da publicação de novos links e da abordagem aos candidatos e outros profissionais.

In "Simply hired"

Estamos preparados para esta abordagem? ( A nossa marca está bem construída? Sabemos qual é a nossa audiência alvo? Sabemos trabalhar com as redes sociais como o Linkedin?)
Até que ponto esta abordagem seria benéfica para a organização?