terça-feira, 24 de julho de 2012

Estrutura matricial

Quando uma grande equipa se divide em várias sub-equipas que trabalham para um objectivo comum e em vez de 1 chefe, supervisor ou líder, existe 2.

Basicamente o objectivo deste tipo de estrutura é ter 2 linhas de autoridade diferentes e por sua vez, existem 2 focus diferentes em termos de estratégia

As estruturas matriciais têm 3 componentes diferentes:
1 – Top manager: gere toda a estrutura.
2 – 2 matrix managers: para cada equipa ou subgrupo (por exemplo, área funcional ou área de produto), existe duas pessoas (por exemplo, uma responsável por uma área e outra responsável por um projecto) a coordenar e a maximizar o potencial dos membros da sua equipa.
3 – Equipas: são o conjunto de pessoas que reportam aos 2 managers. Cada equipa opera numa área especializada.

Vantagens da estrutura:
- Facilidade na partilha de conhecimento entre as várias equipas: reduz as barreiras entre departamentos e aumenta a integração entre funções.
- Os membros da equipa podem deslocar-se entre equipas, promovendo o crescimento e o desenvolvimento profissional, e a variedade de membros.
- Permite uma melhor comunicação entre e intra equipas.

Desvantagens da estrutura:
-  Ambiguidade em termos de report: até que ponto os matrix managers têm autoridade e controlo?
- Todas pessoas reportam a 2 managers, o que implica uma maior coordenação, por exemplo, em caso de reuniões.