quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Estratégias de recrutamento

Excesso de Talento   vs.   Escassez de Talento


Lou Adler explica duas estratégias que as empresas usam para o recrutamento, sendo que a maioria delas agem como se tivessem excesso de talento e não como se tivessem falta. A estratégia é utilizada de forma errada consoante o estado da empresa  - têm excesso ou escassez de talento. E porquê?

Estratégia: Excesso de Talento
- Publica descrições de funções, eliminando à partida potenciais candidatos;
- Atrai os candidatos activos "necessitados", ou seja, aqueles que procuram há já algum tempo.
- Apesar de ter ou não um grande número de candidaturas apenas uma pequena percentagem corresponde ao procurado;
- Utilizam vários processos de selecção.

Estratégia: Escassez de Talento
- Converte as descrições de funções em carreiras;
- Atrai os melhores candidatos activos e também passivos;
- Utiliza uma "fórmula" que avalia o candidato de forma segura (com alto grau de confiança) e também simples.

A estratégia maioritariamente utilizada parece ser a "Excesso de Talento", mas porquê que isto acontece apesar dos resultados serem menores? Será por ser mais fácil ou por ser aquela à qual já estamos habituados?
A estratégia "Escassez de Talento" é uma abordagem nova e ousada. Até que ponto é eficaz? Há estudos que comprovam a sua eficácia?