segunda-feira, 12 de março de 2012

Qual é a diferença entre investir em pessoas, tecnologia ou instalações?



Qual é o investimento que nos vai trazer mais retorno (ROI) num curto espaço de tempo?





O SuccessFactors e o Workforce Intelligence Institute (WII) acreditam que há 2 factores de gestão que, com o tempo, irão consistentemente mostrar mais retorno:
1) gestão do desempenho através do alinhamento com as metas: se as pessoas conseguirem ver a ligação directa entre o seu trabalho e as metas da organização, elas estarão mais estimuladas para trabalhar mais arduamente.
2) pagar pela performance: se as pessoas acreditam na visão então os seus esforços têm de ser equitativamente compensados.

Como é que eles chegaram a esta conclusão?
Conduziram um estudo (qualitativo e quantitativo) em 40 corporações de diferentes dimensões, em que a análise revelou quais eram as práticas de gestão do desempenho que afectavam ou não afectavam a performance financeira. Esta performance foi monitorizada em 3 formas:
- Retorno do capital;
- Crescimento da receita nos últimos 12 meses;
- O lucro líquido nos últimos 12 meses.

Através de questionários e entrevistas os dados das organizações foram agrupados nos seguintes tópicos:
1) Ligações das pessoas com os processos de gestão: sofisticação do sistema, consistência na organização e eficácia estimada.
2) Efeitos das discussões e avaliações do alinhamento com a meta: qual era o impacto das discussões entre os funcionários e supervisores em relação aos objectivos de desempenho pessoas e a sua ligação com os objectivos gerais da organização.
3) Aplicação de instrumentos de gestão: os participantes conseguiam identificar/reconhecer o valor dos resultados dos investimentos realizados na gestão do desempenho?

Resultados:
As organizações com um sistema “maduro” que se aplicam consistentemente ao longo da organização, tiveram um desempenho mais alto financeiramente do que aqueles que não tinham sistemas robustos.
Neste estudo conclui-se que, em vez de consistentemente, as funções dos recursos humanos estavam fragmentadas. O planeamento e a comunicação entre o planeamento, recrutamento e selecção, compensações e desenvolvimento é mínimo e a cooperação entre eles não existe funcionalmente, isto é, o sistema de gestão de desempenho muitas vezes não está ligado ao processo de recrutamento e de desenvolvimento.

Um sistema “maduro”  promove a comunicação com os funcionários e dá-lhes claridade em termos da gestão/visão/metas, o que leva à motivação e, consequentemente, mais produtividade e ganhos financeiros.
Portanto, primeiro, os funcionários precisam de saber como se conectar e servir os objectivos da empresa, e segundo, eles precisam de acreditar que estão a ser compensados justamente pelo seu esforço e compromisso.

In "SuccessFactors"


Reconhecer e aceitar o problema são os primeiros passos para uma recuperação.
Os objectivos da organização estão alinhados com os dos funcionários?

Os funcionários estão a ser compensados de forma justa pelos seus esforços? 

Estes esforços estão a ser medidos com precisão de modo a fornecer um feedback adequado?